.feed-links{display:none !important;

Total de visitas

segunda-feira, 31 de julho de 2017

eu me transformo.

Não sei se transformo menino, se viro pai ou se mudo todas as coisas. 
Se transformo artista, se modifico vento ou viajante.

Viro santo ou transformo doido.
Quem sabe se viro onça.
Viro a mesa, altero o jogo, giro a página, modifico a vida do avesso e transformo outras. 
Não sei se viro as costas, mudo minha alegria ou simplesmente hoje mudo tristeza.

Talvez até altere uma música, aquela que ainda não aprendi a cantiga.
Ou posso virar os olhos fingindo que não enxergo mais nada.

Ou mais tarde viro silencio.
Sim, eu me transformo.

domingo, 30 de julho de 2017

2018 eleições

 Eleições 2018
O povo não está preocupado com as manifestações pela saída do Presidente porque talvez já tenha se dado conta de que não adianta, pois eles não representam mais uma nação chamada Brasil.
O Presidente já não governa, trabalha para se conservar no cargo e manter o gozo, o que é bem diferente.
Quem manda no governo é a Mesa-redonda ou quadrada, e o Brasil está entregue às moscas. Mosca-da-carne é claro.
Se o povo resolver pressionar a Câmara para que aceite a acusação nos próximos dias, quem assume a Administração é o presidente da Câmara.
Será que devo ilustrar ou está claro que seria trocar tolete por titica?
O único recurso do povo é esperar as eleições de 2018 e mandar pra biboca essa quadrilha que vai tentar se reeleger ano que vem.

Consistindo em ser claro; dito-cujo que se identifica como sendo um Brasileiro para não errar novamente anote o nome de cada um dos 513 deputados, dos 81 senadores e mais os nomes de todos aqueles que os cercam e os mande em 2018 para a casa de todos os desgraçados, que não fica longe, depois da casa dos salafrários, mas! Antes da dos vigaristas, sendo que todas as casas pertencem a uma só dona, a Bagaxa, mãe de todos eles. 

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Nascente

Nascente
Nascente poderia ser do meu sol do meio dia ardente
É somente de onde brota a água subterrânea à superfície dando vida a matar a sede.
Água que começa a ter existência no escamar da areia fina aonde é expelida com força por sua saída.
Em forma de rosário, não de rezar, muito menos com contas, nem cruz na ponta, somente um rodear.
Limpa clara e fina que brilha com o espectro de luz que entre uma folha e outra que se reluz no passar.
Pouca na verdade com ligeira e capacidade declive abaixo bate daqui, dali, unindo com outra no encontrar.
Conectada a muitas com força bruta lavando pedras, levando folhas, flores e frutos peixes a sustentar.

domingo, 4 de junho de 2017

par perfeito

Se você está procurando pessoas perfeitas para um par perfeito, então você escolheu o planeta errado, porque a terra é um lugar onde existem falhas em todos.
E sabe o que mais?
As pessoas devem ser celebradas por isso!
Passamos muito na frente de um espelho reparando em nós mesmos, em vez de entender de vez que somos lindos por causa de nossas falhas, mas, talvez seja hora de começarmos a reconhecer algo sobre nós mesmos: que são nossas falhas que nos fazem verdadeiramente únicos e excepcionais.
É por isso que consertar alguém nunca é algo que devamos tentar.

quarta-feira, 5 de abril de 2017

Ansiedade

Ansiedade:
O sol adentra no horizonte
A noite começa a surgir
O vagalume da um primeiro brilho
O grilo canta quebrando o silêncio
Tudo é bonito, mas nada me distrai.
A saudade percorre labirintos da mente
Trazendo na lembrança o grande amor.
Contemplando a brisa da noite
Observando a saída da lua cheia
Que clareia toda cordilheira
No céu cruzando também vai,
Ainda a saudade corre a imaginação
Quanta saudade que sinto aqui
É muita tristeza que invade
Não consigo disfarçar nem com as estrelas
Vem hora vêm duas no céu piscando.
Vai uma noite outra vem
Todas as noites é a solidão que manda
É triste lembrar-se daquela que eu amo
A saudade está queimando

Invadindo com ansiedade o coração.